sábado, 11 de abril de 2015

Playlist

Eu sou muito musical, sempre que posso estou ouvindo música e até vivendo um videoclipe, as vezes em minha mente, as vezes nem tanto. rsrs (será que sou a única?)

Vários momentos de minha vida foram marcados por canções (ao menos na minha cabeça). Umas mais tristes, outras mais alegres, como é o caso da primeira música, que marcou a minha formatura de Biologia, já que foi a escolhida para eu receber o canudo (e que no final da formatura acabou tocando novamente). Tem as trilhas sonoras de namoro, tem a da farra com a galera, tem a música que nos lembra de um momento especial. Música é uma delícia.

Far East Movement - Like A G6 ft. The Cataracs, DEV

A da formatura! Ok que a letra não é lá essas coisas, mas é bem agitada, que era o que eu queria, e na época tava bombando nas boates.

            


The Words - Christina Perri

Conheci ela antes da música A Thousand Years bombar como tema de Edward e Bella da saga Crepúsculo e me apaixonei pelas suas letras românticas (as vezes um pouco melancólicas, mas ótimas para os momentos de TPM).

           


Love Me Like A Do - Ellen Goulding

Umas das músicas que compõem a trilha sonora do Filme 50 Tons de Cinza. 

           


Uptown Funk - Mark Ronson ft. Bruno Mars

Essa é perfeita para começar o final de semana. Bem animada!

           


Eu sou a diva que você quer copiar - Valesca Popozuda

Me julguem! Mas eu adoro esses funks "menos baixaria", são ótimos para dançar e perder algumas calorias. 

           



Martin Garrix feat. Usher - 'Don't Look Down' (Towel Girl)

Achei o clipe super engraçado, com ela tentando ser alguém que não é só para impressionar um cara que não ta nem aí, além de eu adorar as baladinhas de Martin Garrix.

           


Clean Bandit - Rather Be ft. Jess Glynne

Pelas minhas andanças pelo YouTube, me apareceu essa e adorei. Ouço no repeat! 



Claro que tenho muitas outras músicas e cantores que escuto, desde músicas antigas que aprendi a gostar com meus pais e as mais atuais. E não me prendo a um gênero, lógico que tem os gosto e escuto mais, porém sou bem eclética (clichê falar isso, mas é a pura verdade).

E vocês, o que andam ouvindo?
Também possuem trilha sonora na vida de vocês? 

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Esportivo e delicado

Eu sempre fui meio esportista, digamos assim. Na época da escola era do time de Futsal e me arriscava no vôlei, além de tentar (eu disse tentar) jogar basquete e handball. Ok que eu não era lá essas coisas, mas eu ao menos tentei. rs No auge das Spice Girls, eu me intitulava a Mel C, ou seja, a Sport Spice. Adoravaaaa (quem ai não amava as Spice, néam?). Tive uma época, na adolescência, meio Surf Stile, tentava (mais uma vez eu tentei) surfar, de prancha mesmo, e vivia na praia com o traje oficial: biquíni, short de Tactel e muito protetor solar.

Nada mais normal eu amar que o estilo esportivo tenha conquistado o mundo da moda. Exemplo disso é a coleção da Adiddas em parceria com a Farm, que já está em sua segunda edição, chegou a pouco tempo nas lojas e já está bombadíssima.

Meu bolso ainda não permite comprar dessa coleção, mas não é por isso que deixaria de ter um look que seguisse a linha esportiva, mas que não ficasse no caricato. Então juntei duas novas aquisições: Shortinho verde água e Blusa de renda branca. 
O short, que tem inspiração nos shorts de corrida ou de boxe, com a barra arredondada e mais curtinha ao lado, leva o look mais para o casual, mas não menos elegante, já que tem a cintura mais alta e o tecido mais “phyno”. Para fazer o contra ponto, a blusa de renda com manga longa, trás um toque feminino e sensual na medida certa. Coloquei uma blusa segunda pele por baixo só para não ficar com muita pele a mostra.

Sandália nude de tiras mais grossas, clutch preta e branca, brincão e um anel mais simples foram os acessórios utilizados para arrematar. Além de uma make leve, mas com um bocão bem marcado pelo batom vinho.

E ai, o que acharam do look?
Consegui levar uma peça da tendência esportiva para a night?

Comenta aqui e não deixa de me seguir no Instagram (@salorena) e também de curtir a Fanpage no Facebook, clica aqui.

Créditos do look: 
Short: Santa Oportunidade;
Blusa: Riachuelo;
Segunda Pele: Trifil;
Sandália: Santa Lolla;
Bolsa: Comprei em uma loja na Rua Paraíso;
Brinco: Melinda Melinda
Anel: presente de Papis;
Batom: Dubonnet, M.A.C.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Resenha: Batom Líquido Mate da Quem Disse, Berenice?

Olá pessoal que acompanha o De Plebeia a Realeza!

Me chamo Fernanda e sou amiga de longas datas de Lore, ela me convidou para postar eventualmente dicas e ou resenhas de alguns produtinhos de beleza, e como sou maquiadora nada melhor do que começar fazendo uma resenha sobre maquiagem! Uhullll, a mulherada pira! rsrs

E esses dias o babado foi os novos batons líquidos da marca Quem Disse, Berenice? A coisa foi tão grande, que boa parte das lojas com dois dias que receberam os batons já não tinha a maioria das cores. A mulherada e blogueiras de plantão correram para comentar o novo sucesso de vendas da marca, que promete ser o queridinho das mulheres.

E eu como não perco tempo, pois de boba não tenho nada, corri a QDB mais próxima e garanti logo os meus. Meu desejo era levar todos, mas meu bolso anda sofrido...sabe como é, alta do dólar...tempos de crise... kkk  Das 12 cores escolhi 4, que considerei as mais usáveis e por isso coloquei logo na minha sacolinha. Mas vamos deixar de blábláblá e vamos para o que interessa, as cores disponíveis no mercado:

Imagem do blog Uma ou Outra. 
Como vocês podem perceber a gama de cores é variada, e agrada a todo tipo de pele e ousadia, os meus escolhidos foram o Marronli, Rosali, Uvali e Vermeli. Os próximos da lista a serem comprados serão o Vinheli e o Rosadili.



Estou apaixonada pelos batons, há quem diga que se assemelha muito ao Lime Crime, mas como tem muita gente que não tem acesso a marca, vamos falar no popular mesmo, que são minhas impressões sobre o produto, a textura ao passar é liquida, com boa pigmentação, cheiro e sabor já típicos de outros batons da marca. Demora cerca de 30 segundos para começar a secar, com uma camada do batom ele já garante uma excelente cobertura. Não craquela com facilidade, deixa o lábio sem peso, e o melhor: É MATE DE VERDADE!

Quanto custa, Nanda??? R$31,90, porém os meus comprei na promoção de lançamento e saiu por R$29,90  cada e ainda levei brinde. Olha que tudo!
Vale à pena? E como vale tanto que vou voltar para comprar mais!
Durabilidade. É verdade que dura horrores? Bem, muita calma nessa hora, não vai ser um batom que vai ficar o dia todo não, ainda mais se for comer e beber, então trate de colocar na bolsa e sair bem bonita!

E para finalizar segue a dica da #bouzasmake para minhas bonitas, hidrate os lábios antes de usar batons mate, aumentará à durabilidade, os lábios não ficaram rachados e ficarão muito mais bonitos.


Por hoje é só e até o próximo post!
Beijos Nanda Bouças