terça-feira, 4 de agosto de 2015

Culinária | Risoto de Camarão com Alho-poró crocante

No final de semana retrasado postei no insta (quem ainda não segue? Ajuda a blogueira e segue o perfil @salorena) e no meu Facebook pessoal a foto de um risoto de camarão que fiz. A foto fez tanto sucesso, muitas pessoas pediram a receita e como promessa é dívida, refiz o prato no sábado passado e fotografei para compartilhar aqui no blog. 

A receita original peguei no site da GNT, mas por conta de algumas adversidades, tive que dar meu toque criativo no prato. E posso afirmar que ficou delicioso do mesmo jeito. 

Risoto é um prato que alguns podem achar difícil, já outros acham super fácil e eu estou dentro desse segundo time. Acredito que não há dificuldade, a questão é seguir todos os passos certinhos para o risoto ficar deli deli. 

Mas vamos deixar de lerolero e ir direto ao que importa. Primeiro vamos aos ingredientes e depois explico o modo de fazer por etapas. 


Ingredientes

  • Arroz arbório (tipo especial usado para risotos) - usei 6 xícaras para um risoto para 12 pessoas e ainda sobrou;
  • Cebola - uma cebola grande picada para o risoto e uma cebola média para o caldo cortada ao meio;
  • Camarões frescos limpos (guarde as cascas e as cabeças para fazer o caldo) 1,5 kg a 2 kg;
  • Vinho branco seco ou prosseco - 2 xícaras;
  • Queijo tipo Mascarpone (como não achei substitui por emmental, mas pode ser gouda ou qualquer outro de sua preferência);
  • Queijo tipo grana padano (o mesmo vale para esse queijo, também não achei e substitui);
  • Azeite de oliva;
  • Manteiga gelada - duas colheres;
  • Sal e pimenta-do-reino (a gosto);
  • Caldo de camarão (ou legumes ou peixe) - 1 litro;
  • Água - 1 litro;
  • Tempero verde (a gosto - para o caldo);
  • Alho-poró cortado em tirinhas finas, tipo julienne;
  • Farinha de trigo - usei 3 colheres;
  • Óleo - para fritar o alho-poró;
  • Gelo.


Modo de fazer:

Caldo de camarão

Esse é o caldo que será usado para cozinhar o risoto, então tem que ser o primeiro passo a ser executado. Com as cascas e cabeças do camarão reservados no processo de limpeza (dá para comprar o camarão já limpo e comprar as cabeças e cascas separadas), coloque 1 litro de água em uma panela, junto com o camarão, a cebola média cortada ao meio, sal, pimenta-do-reino e tempero verde. Deixe a mistura ferver para que o caldo fique bem temperado. Desligue o fogo, coe o caldo e reserve-o. 

Preparo do caldo de camarão
Caldo já pronto e no finalzinho

Alho-poró crocante

Corte o alho-poró em tirinhas finas (quanto mais fina melhor) e coloque em uma vasilha com água e muito gelo, por 15 minutos. Esse processo ajuda a deixar mais crocante. Depois seque as tirinhas em uma toalha limpa e passe na farinha de trigo, como se fosse uma milanesa, mas sem o ovo e o leite. Só a farinha mesmo. Coloque o óleo em uma panela e deixe esquentar (faça o teste do palito de fósforo se preferir), quando atingir a temperatura ideal, coloque o alho-poró. Esse processo é super rápido, então fique de olho para não queimar. Retire o alho-poró do óleo após a fritura, coloque sobre papel toalha para secar e reserve. Ele será usado para finalização do prato. 

Camarão

Tempere os camarões com pimenta-do-reino e sal a gosto, se quiser coloque um pouco de gengibre ralado e uns dentes de alho amassado (o tempero fica a seu critério, mas o sal e a pimenta-do-reino são fundamentais). Em uma frigideira antiaderente, coloque um pouco de azeite e saltei rapidamente o camarão. A ideia é dá um susto no camarão para que ele fique levemente cozido, já que ele terminará de ser cozido quando juntarmos com o risoto. Após saltear todos os camarões, reserve (inclusive a sujeirinha que fica na panela por conta da fritura). 




Risoto

Aqueça um pouco de azeite em uma panela grande (usei a Wok), refogue a cebola cortada em cubinhos até ficar levemente transparente e adicione o arroz. Refogue rapidamente em fogo alto e tome cuidado para não escurecer o arroz.

Adicione o vinho branco até que ele evapore completamente. Coloque o caldo de camarão até cobrir ligeiramente o arroz e tempere com sal e pimenta-do-reino. Nessa fase é muito importante não parar de mexer, pois dessa forma o amido do arroz vai sendo liberado e dando o aspecto cremoso de risoto (e também para que o arroz não pegue no fundo da panela - o arroz para risoto é diferente do arroz tradicional, que tem que deixar ele lá parado cozinhando sozinho).

Vá acrescentando o caldo e mais pimenta-do-reino e sal (vá provando para ver se o tempero está o ideal para seu paladar) a medida que o caldo for secando. Não esqueça de provar o ponto do grão do arroz. Ele deve ficar al dente, que nem macarrão, ou seja, não deve ficar 100% molengo, tem que ficar levemente durinho, mas não muito. 


Quando estiver quase no ponto ideal, desligue o fogo e acrescente a manteiga, os queijos, um pouco mais de azeite e os camarões (inclusive a "sujeirinha" da frigideira - dá um gostinho a mais no risoto). Misture bem até homogenizar os ingredientes com o arroz. A temperatura quente do arroz vai terminar de cozinhar os camarões e derreterá a manteiga e os queijos. 

Caso queira ainda mais cremoso, acrescente um pouco mais de caldo. 


Em um prato fundo, coloque um pouco do risoto (ou muito, caso sua fome seja grande. rsrs) e por cima coloque um pouco do alho-poró crocante. Caso não queira o alho poró, jogue um pouco de queijo ralado na hora por cima e lindamente coloque 1 ou 2 camarões em cima para embelezar ainda mais o risoto) e está pronto para servir. 

Foto que postei nas Redes Sociais e que fez o maior sucesso. 

Promessa é dívida e eu cumpri a minha. 
Agora é a vez de vocês preparem e me contarem o que acharam da receita. 
Caso tenham alguma dúvida, deixem aqui nos comentários. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário